Atentado suicida fere 19 em celebração católica na Indonésia

0
12

Homens-bomba acionaram explosivos após grupo religioso deixar celebração de Domingo de Ramos na ilha de Sulawesi

Um atentado terrorista causado por dois homens-bomba feriu 19 pessoas em Makassar, na Indonésia, no domingo (28). O ataque foi direcionado a um grupo que celebrava o Domingo de Ramos em uma igreja católica, informou a agência France24.

Os agressores detonaram as bombas no momento em que as vítimas deixavam a celebração. Os suspeitos seriam um estudante universitário e sua parceira – os únicos mortos no ataque.

Conforme a polícia local, os homens-bomba pertenciam ao JAD (Jamaah Ansharut Daulah), ligado ao Estado Islâmico. O grupo já teria realizado outros ataques suicidas a igrejas na Indonésia e nas Filipinas.

Os suspeitos teriam tentado entrar no terreno da igreja em uma motocicleta. Câmeras de videomonitoramento flagraram o momento em que uma grande explosão joga destroços e chamas no meio de uma estrada. A ação do domingo seria a repetição de um ataque realizado contra uma igreja filipina em 2019, que matou mais de 20 pessoas. Cerca de 20 suspeitos de integrar o grupo foram presos em janeiro na Indonésia.

Makassar é a maior cidade da ilha de Sulawesi e reflete a composição religiosa do país, maior nação muçulmana do mundo e onde 10% da população é cristã. O maior atentado jihadista já registrado na Indonésia foi em 2002, na ilha turística de Bali. Bombardeios mataram 202 pessoas, a maioria turistas estrangeiros.

O presidente indonésio, Joko Widodo, condenou os ataques e afirmou que o governo se certificaria de que as pessoas poderiam “adorar sem medo”.