Artur Neto sobre ações do último ano na Prefeitura de Manaus: ‘Não vivemos mais crise’

0
16

O prefeito Arthur Virgílio Neto avalia que a organização financeira de sua gestão carrega significativa contribuição nas obras que serão entregues em 2020. “Temos ainda muito que avançar, mas não vivemos mais momentos de crise”, avalia o chefe do Executivo municipal ao preparar a leitura de sua última mensagem governamental, no próximo dia 10/2, marcando a abertura do ano legislativo da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Segundo o prefeito, foram oito rodadas de enxugamento de despesas, que possibilitaram que Manaus mantivesse seus investimentos em obras e melhorias para população, mesmo durante o pior momento da crise econômica brasileira. E graças a essa organização financeira das contas públicas do município, ainda em 2019, a prefeitura estava com a ‘engenharia financeira’ de 2020 montada. “O objetivo de um bom gestor deve ser poupar no custeio para fazer sobrar dinheiro para os investimentos”, justifica Arthur Neto, citando como exemplos as construções dos dois grandes anéis viários da avenida Constantino Nery e em frente à entrada do conjunto Manoa.

 “Quando a arrecadação sobe, não aumentamos custeio, controlamos para ver sobrar no investimento. Procuramos ser vigilantes nisso. Se eu mantiver o custeio baixo e aumentar a arrecadação, teremos mais para investir. Um exemplo é nossa Previdência, que demonstra não só segurança aos nossos servidores, como também é credencial para bancos e outras instituições financeiras”, destaca Arthur.