Arrascaeta revela que recebeu ameaças após rumores de ida para o Flamengo

0
34

Após não se reapresentar pelo 2º dia seguido ao Cruzeiro, o meia Arrascaeta se pronunciou pela primeira vez sobre a polêmica envolvendo sua possível ida para o Flamengo.

Por meio de um comunicado divulgado em seu Twitter, o uruguaio reclamou que ele e seu empresário, Daniel Fonseca, tiveram seus celulares divulgados, e que passaram a receber “milhares de insultos e ameaças”.

Ele ainda deixou no ar que o vice-presidente de futebol cruzeirense, Itair Machado, pode ter sido o responsável pelo vazamento dos números.

“Em relação aos acontecimentos públicos e notórios, quero colocar em conhecimento aos meus seguidores que ontem acompanhei meu representante na saída de sua reunião com o Cruzeiro, e fui informado que o Sr. Itair Machado usou expressões infelizes, que foram tomadas como intimidatórias”, iniciou.

“Posteriormente a essa reunião, e por alguma razão que desconheço, mas que coincidiu temporalmente com a finalização da reunião, meu celular e o do meu representante, Sr. Daniel Fonseca, foram tornados públicos. Por esse motivo, recebemos milhares de mensagens com insultos e ameaças”, acrescentou.

“Neste cenário, estou vendo com meu representante, meu advogado e meus assessores o mais conveniente para minha segurança e meus direitos legais e contratuais”, complementou.