Aos 86 anos, Luiza Erundina lança candidatura à presidência da Câmara

0
9

A bancada do PSOL terá uma candidatura própria, representada por Luiza Erundina (SP), para a eleição da Câmara dos Deputados no início de fevereiro. O partido foi o último entre as demais legendas da oposição a decidir seu posicionamento na disputa. Os deputados estavam divididos entre apoiar já no primeiro turno a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) ou ser independente.

O martelo foi batido pela Executiva Nacional da sigla na manhã desta sexta-feira, 15, depois de votação da bancada ter dado empate sobre a decisão.

A ação do PSOL reforça agora a possibilidade de eleição da Câmara ser decidida apenas em um segundo turno, já que serão no total sete candidatos na disputa, o que tende a pulverizar votos e reduz a chance de um nome conseguir maioria em uma primeira votação.

Para ganhar a eleição, o candidato precisa ter a maioria dos votos dos 513 deputados, ou seja 257, em primeira votação ou ser o mais votado em segundo turno. Baleia e Arthur Lira (PP-AL) são os dois nomes com mais apoio na campanha.