Abril Azul: Empresa do Amazonas comemora a inclusão de autistas em seu quadro funcional

0
30
Imagem das Internet

No mês em que o mundo inteiro se une em prol de ações de conscientização sobre o autismo, a empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam) comemora a inclusão, desde 2015, de aprendizes com transtorno do espectro autista (TEA) em seu quadro de funcionários.

Atualmente, os aprendizes estão lotados na Supervisão de Serviço Social e na Supervisão de Administração e Transporte, exercendo atividades de apoio administrativo.

Para selecionar os aprendizes com Transtorno do Espectro Autista, a Prodam firmou uma parceria com o Instituto Pró-Menor Dom Bosco e com a Escola Estadual Diofanto Vieira Monteiro. Os aprendizes trabalham quatro horas diárias, recebem um salário mínimo, tíquete alimentação e vale transporte.

Samuel Junior, de 18 anos, é um dos aprendizes da Prodam com autismo. Ele já trabalha na empresa há um ano e meio e sua função é dar apoio às atividades da supervisão de administração, realizando, por exemplo, a entrega de correspondências.

De acordo com o seu chefe imediato, Ismael Benigno, Samuel é um garoto educado e atencioso, e tem ensinado os colegas da PRODAM a ver a pessoa com deficiência com empatia, franqueza, atenção e respeito.