175 milhões de crianças não têm acesso a creches e pré-escola no mundo

0
29
Imagem da Internet

No mundo, mais de 175 milhões de meninos e meninas de até cinco anos de idade não estão matriculados na educação infantil, o que representa cerca de metade das crianças que deveriam ser incluídas nesse nível de ensino.

Em seu primeiro relatório global sobre o tema, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alerta ainda que, em países de baixa renda, apenas uma em cada cinco crianças pequenas tem acesso à educação infantil.

No Brasil, a agência da ONU lembra que as matrículas têm aumentado em creches e jardins de infância, mas o país não conseguiu atingir a meta de 2016 do Plano Nacional de Educação (PNE), que previa a universalização da pré-escola para crianças de quatro e cinco anos. O organismo também avalia que o Estado brasileiro terá dificuldades em cumprir outra meta do documento, de ter no mínimo 50% dos meninos e meninas de até três anos matriculados em creches até 2024. Em 2017, a taxa de matrícula em creches era estimada em 32,7%, segundo a PNAD Contínua.

De acordo com o UNICEF, as crianças que frequentam a educação infantil têm mais do que o dobro de chances de estar bem encaminhadas no aprendizado das habilidades iniciais de letramento e matemática, em relação às crianças que perdem essa etapa inicial do ensino.